Presidente da Frelimo reúne-se com militantes em Maputo
27.Out..2015

O PRESIDENTE da Frelimo, Filipe Nyusi, orientou sábado, no Comité da Cidade de Maputo, uma reunião com os membros do seu partido alargada a outros quadros e convidados. O encontro surge no âmbito do fortalecimento dos órgãos do partido para o cumprimento do programa e da agenda desta formação política ao nível na capital do país.

 

Na ocasião o secretário-geral da Frelimo afirmou que a Direcção do partido pretende assim inteirar-se da forma como os órgãos internos da organização estão a se articular.

Por outro lado, Machava revelou que actualmente os órgãos internos da Frelimo atingiram em todo o país 70 por cento de cumprimento da meta dos seus objectivos.
Falando à margem da reunião dos órgãos centrais da Frelimo e o Comité da Cidade de Maputo, Eliseu Machava sublinhou que nos últimos dias os membros do partido têm estado a trabalhar com os órgãos de base como forma de fortalecer cada vez mais as acções e o cumprimento do programa interno.
“A meta que se pretende alcançar é estar mais perto do cidadão. Estamos a trabalhar na reestruturação, uma vez que terminou o mandato dos órgãos das células. Neste momento estamos em 70 por cento”, disse.
Aliás, há semanas as células da Frelimo concluíram a fase das eleições internas, uma acção estabelecida no Estatuto daquele partido, que preconiza um escrutínio de dois anos e meio de cada vez.
Machava reiterou que se tornou lema na Frelimo espalhar uma mensagem de consolidação da paz e do Estado de Direito Democrático no país em todas as reuniões e eventos.
“Em cada reunião nós falamos da paz, da mobilização dos nossos militantes para priorizarem acções que consolidem a paz e trabalhar com a nossa população para o alcance do nosso objectivo”, frisou.
De acordo com o secretário-geral da Frelimo, a mensagem principal que o partido deixa aos seus membros consiste em envolver cada vez mais os cidadãos no desenvolvimento do país e incutir a importância que cada cidadão tem “para que a paz prevaleça”.
Machava fez questão de explicar aos jornalistas o organograma da Frelimo. “O nosso partido organiza-se em células, círculos, distritos, províncias e o país”, elucidou.
“Queremos nos inteirar de como é que os comités do círculo estão a funcionar, tomando em conta que temos uma grande missão que é de participar no desenvolvimento de Moçambique”, disse.
Quanto ao “estado de saúde” da Frelimo, Machava asseverou que “nós estamos bem. Como temos estado a dizer, o nosso partido é exigente e quando consegue uma meta quer alcançar outra meta”.

Para além do presidente da Frelimo, Filipe Nyusi, participaram também neste encontro o ex-presidente da Assembleia da República, Eduardo Mulémbwè, deputados da AR pelo círculo eleitoral da cidade de Maputo e membros do Comité da Cidade de Maputo.

Maturidade em Nampula

Entretanto, o processo de revitalização dos órgãos de base da Frelimo na província de Nampula está a decorrer num ambiente profundamente democrático e de consenso nas decisões que são tomadas pelos militantes deste partido no poder envolvidos.

Esta avaliação foi feita recentemente em Nampula pelo membro da Comissão Política Da Frelimo e chefe da brigada central de assistência àquela província, Filipe Paúnde.

Na ocasião Paúnde considerou o facto como sendo o espelho da maturidade dos militantes da sua formação política.

“Os militantes demonstraram, uma vez mais, que o interesse colectivo supera o individual e assumem que a renovação, no seio dos quadros, é imperiosa para reforçar o dinamismo que caracteriza o funcionamento do seu partido”, disse Filipe Paúnde, acrescentando que os militantes encaram com normalidade as novas indicações de camaradas para dirigir os destinos da base.

O processo de revitalização dos órgãos de base do Partido Frelimo entrou na sua recta final na província de Nampula, depois da conclusão das reuniões realizadas com esse propósito nas células e comités de círculo. O processo está agora a nível dos comités de zona, onde, segundo o político, está a ser caracterizado por um ambiente de festa.

Filipe Paúnde sublinhou que o processo de revitalização dos órgãos do partido em Nampula permitiu fazer uma avaliação preliminar relativamente ao funcionamento do partido na província, que na sua análise é positivo.

“Observei com muita satisfação que a mobilização constitui uma das componentes fortes no seio da Frelimo e espelha esse facto a forte participação das populações nas actividades programadas pelo partido, Governo ao nível local e do interesse de cada família, concretamente a preparação dos campos agrícolas para que estejam lavrados antes do início da época chuvosa”, referiu.

Galeria

Boletim Informativo

  • Mais Notícias
  • Delegações Provinciais

 

UNIDOS NA LUTA CONTRA A POBREZA

Subscreva ao boletim informativo