pulibetpulibet
NÃO HÁ ALTERNATIVA AO DESARMAMENTO
06.Jul..2018
O Porta-Voz da FRELIMO e Secretário do Comité Central Para Comunicação e Imagem, *Caifadine Manasse* disse em conferência de imprensa que os consensos alcançados nas negociações de Paz com a Renamo devem ser
respeitados considerando que o desarmamento dos homens residuais da Renamo, tem em vista o alcance da Paz efectiva em Moçambique, condição fundamental para o desenvolvimento.
 
Segundo *Manasse* a Renamo deve dar o seu contributo no processo de pacificação do pais, pois, tal como referiu, `` paz efectiva é viver sem armas e o Presidente da República, *Filipe Jacinto Nyusi*, tem desencadeado esforços para a concretização deste desejo comum dos moçambicanos.
     
"Desde 2015 o Presidente da República tem envidado esforços para o alcance da Paz efectiva em Moçambique. Estes esforços resultaram, como todos sabem na trégua militar indefinida que desde 2016 vivemos. Mas o mais importante que isso é o clima de confiança que se criou entre a liderança da Renamo e o Governo".     
*Caifadine Manasse* sublinhou que os moçambicanos querem a Paz efectiva.
 
Paz efectiva significa um pais onde nenhuma força politica detém armas. Nessa ordem de ideias, não precisamos se quer questionar as razões porque a FRELIMO está a exigir o desarmamento da renamo.
 
Se tanto a renamo, a FRELIMO e todo o povo moçambicano concorda pelo menos num ponto, de que a paz efectiva é condição para o desenvolvimento do pais, então, não deve ser estranho; é natural que também concordemos na urgente desmilitarização desta força política, vincou.
Ler 286 vezes

Boletim Informativo

  • Mais Notícias
  • Delegações Provinciais

 

UNIDOS NA LUTA CONTRA A POBREZA

Subscreva ao boletim informativo