Primeira Dama fala de avanços e desafios na luta contra HIV/SIDA
30.Jan..2018

A Primeira-Dama, Isaura Nyusi, disse ontem, em Addis Abeba, na 20ª Assembleia-Geral da Organização das Primeiras-Damas Africanas na Luta contra Sida (OAFLA), que o país regista ganhos na luta contra a doença,

mas reconheceu que “continuamos com alguns desafios”.

Perante uma plateia constituída por Primeiras-Damas de outros países africanos, o director-geral da ONUSIDA, da Organização Mundial da Saúde e outros organismos, Isaura Nyusi falou da actuação do seu Gabinete na luta contra o HIV/SIDA que, em parceria com outros actores, definiu como grupo-alvo as crianças, adolescentes e mulheres jovens, com idades compreendidas entre os 15 e os 24 anos.

Como resultado de um trabalho intenso e integrado, Moçambique regista avanços na luta contra a doença como a redução de novas infecções, do número de mortes e da taxa de transmissão vertical do HIV de mãe para o filho, de acordo com a Primeira-Dama.

“Estes resultados foram possíveis, devido ao aumento do envolvimento das lideranças governamentais, tradicionais, religiosas, empresariais e da sociedade civil”, afirmou Isaura Nyusi, admitindo, contudo, que “continuamos com alguns desafios”.

Boletim Informativo

  • Mais Notícias
  • Delegações Provinciais

 

UNIDOS NA LUTA CONTRA A POBREZA

Subscreva ao boletim informativo