21.Set..2016

O presidente de Moçambique participa na Assembleia Geral pela segunda vez desde que assumiu o cargo. Filipe Jacinto Nyusi disse à Rádio ONU que as Nações Unidas devem proteger a democracia de forma universal.
Para o chefe de Estado moçambicano, os que não aderem a resultados eleitorais nos seus países "não podem ser acarinhados" pela comunidade internacional.

Mídia

Boletim Informativo

 

UNIDOS NA LUTA CONTRA A POBREZA

Subscreva ao boletim informativo