Armando Emílio Guebuza - Biografia
armando-guebuzaArmando Emílio Guebuza nasceu no dia 20 de Janeiro de 1943, em Murrupula na Província de Nampula. Muito jovem, juntou-se à luta pela independência, tornando-se membro do Núcleo dos Estudantes Secundários Africanos de Moçambique (NESAM) fundado por Eduardo Chivambo Mondlane. Ingressou na Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO) em 1963. Dois anos depois é eleito membro do Comité Executivo. No decurso da luta armada de libertação nacional, foi nomeado Comissário Político, funções que exerceu até 1983.

Em 1974, após a assinatura dos Acordos de Lusaka, foi designado Ministro da Administração Interna durante o Governo de Transição.
Depois da proclamação da independência nacional, em 1975, foi nomeado Ministro do Interior, cargo que exerceu até 1977.

De 1978 a 1979 exerceu cumulativamente as funções de Governador de Cabo-Delgado. Em Maio de 1983 regressa ao Ministério do Interior com a patente de Tenente-General.
Foi designado, em 1990, Chefe da delegação governamental que, em Roma (Itália), durante dois anos participou nas conversações de Paz.

No primeiro Parlamento multi-partidário moçambicano, foi eleito Deputado pelo Círculo Eleitoral da Província de Maputo e, mais tarde, eleito Chefe da Bancada Parlamentar da FRELIMO.
Nas eleições gerais de 1999, foi, novamente, eleito Deputado da Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral de Sofala mantendo-se como Chefe da Bancada Parlamentar do Partido FRELIMO.
Armando Emílio Guebuza é casado com a senhora Maria da Luz Guebuza e tem quatro filhos.

CRONOLOGIA:

1963 - Nomeado Presidente do Núcleo dos Estudantes Secundários Africanos de Moçambique (NESAM)

1964 – Devido às suas actividades no âmbito da luta pela independência, foi preso na Rodésia e deportado para Moçambique

1965 - Exilado na Suazilândia, na sequência das suas actividades de luta pela independência de Moçambique

1965/6 - Treino militar nos centros de Bagamoio e Nachingweia

1966 (Setembro) - Secretário do DEC

1968 - Inspector das escolas da FRELIMO

1970 - Comissário Político e Inspector das escolas da FRELIMO

1974 - Comissário Político e Ministro da Administração Interna no governo de transição

1975 - Ministro do Interior

1977 - Comissário Políitico das FPLM, Vice-Ministro da Defesa Nacional e substituto do Chefe do Estado-Maior General

1978 - Vice-Ministro da Defesa e substituto legal do Governador de Cabo-Delgado

1980 - Vice-Ministro da Defesa, substituto do Ministro da Defesa e Chefe da Logística Militar

1981 - Ministro residente em Sofala

1983 - Ministro do Interior

1985 - Responsável de cooperação com a China, Vietname e Coreia do Norte

1985 - Coordenador dos Ministérios da Agricultura, Comércio, Secretaria do Estado do Turismo, Secretaria do Estado da Hidráulica Agrícola e Secretaria do Estado da Indústria Ligeira e Alimentar

1987 - Ministro dos Transportes e Comunicações e Presidente da Comissão de Trabalho da SADCC

1990 - Chefe da Delegação do Governo às negociações de Paz para Moçambique, em Roma (Itália)

1992 - Chefe da Delegação do Governo na Comissão de Supervisão e Implementação do Acordo Geral de Paz em Moçambique

1995 - Chefe da Bancada Parlamentar da FRELIMO na Assembleia da República

1997 – Participou nas negociações para a paz no Burundi, tendo presidido à 1ª e 5ª Comissão de Negociação sobre Causas e Natureza do Conflito no Burundi

2000- 2002 - Chefe da Bancada Parlamentar da FRELIMO

2002 – Eleito Secretário-Geral do Partido FRELIMO e candidato às Eleições Presidenciais de 2004.

2004 – Eleito Presidente da República.

2005 – Eleito Presidente do Partido FRELIMO

Baixar Biográfia  Completa

WEBSITE

Modificado em sábado, 12 março 2016 14:42

Boletim Informativo

  • Mais Notícias
  • Delegações Provinciais

 

UNIDOS NA LUTA CONTRA A POBREZA

Subscreva ao boletim informativo